Pesquisa de Processos

Número do processo:
19
Nome do processo:
Semapa / Secil
Data de notificação:
2012-04-20
Data de produção de efeitos:
2012-04-27
Data de decisão:
2012-05-25
Descrição do processo:
A presente operação de concentração, notificada a 20 de abril de 2012, consiste na aquisição, pela Semapa - Sociedade de Investimento e Gestão, SGPS, S.A. ("Semapa"), da participação que a CRH, PLC ("CRH") dispõe na Secil - Companhia Geral de Cal e Cimento, S.A. ("Secil") com a consequente aquisição do controlo exclusivo da Semapa sobre esta última sociedade.

Companhias

Nome:
Semapa - Sociedade de Investimento e Gestão, SGPS, S.A.
Descrição:
sociedade cotada na bolsa de valores de Lisboa, detém participações em empresas ativas em três setores principais de atividade: cimentos e materiais de construção (através da Secil), papel e pasta de papel (através da Portucel - Empresa Produtora de Pasta e Papel, S.A.) e ambiente (através da ETSA - Empresa de Transformação de Subprodutos Animais, S.A.). A Semapa é controlada por sociedades detidas pela família Queiroz Pereira;
Nome:
Secil - Companhia Geral de Cal e Cimento, S.A.
Descrição:
empresa produtora de cimento encontra-se igualmente ativa, através de diversas subsidiárias, na produção de betão pronto e inertes, argamassas e produtos pré-fabricados. Atualmente a Secil é uma sociedade conjuntamente controlada pela Semapa e pela CRH.

Notícias

Data:
2012-05-02
A Semapa - Sociedade de Investimento e Gestão, SGPS, S.A. ("Semapa") notifica a aquisição da participação que a CRH, PLC ("CRH") dispõe na Secil - Companhia Geral de Cal e Cimento, S.A. ("Secil") com a consequente aquisição do controlo exclusivo da Semapa sobre esta última sociedade.

(publicado Aviso no Diário de Notícias e no Diário Económico, de 2 de maio de 2012)

Data:
2012-05-25
O Conselho da Autoridade da Concorrência adotou uma decisão de não oposição na operação de concentração 19/2012 - Semapa/Secil

Em 25 de maio de 2012, o Conselho da Autoridade da Concorrência, no uso da competência que lhe é conferida pela alínea b) do n.º 1 do artigo 17.º dos Estatutos, aprovados pelo Decreto-Lei n.º 10/2003, de 18 de janeiro, delibera adotar uma decisão de não oposição à presente operação de concentração, nos termos da alínea b) do n.º 1 do artigo 35.º da Lei da Concorrência, uma vez que a mesma não é suscetível de criar ou reforçar uma posição dominante da qual possam resultar entraves significativos à concorrência efetiva nos seguintes mercados relevantes: (i) mercado nacional da produção e comercialização de cimento; (ii) mercados locais do betão pronto; (iii) mercados regionais dos inertes ou agregados (com exclusão do balastro ferroviário); (iv) mercado nacional das argamassas de construção; e (v) mercado nacional de pré-fabricados de betão.

Actividades

  • Produção e comercialização de cimento
  • Betão pronto
  • Inertes ou agregados
  • Argamassas de construção
  • Pré-fabricados de betão.
  • Recuperação e transformação de resíduos

Documentos

Título Tipo Data
Decisão pública 1ª fase 2012-05-25